Tag Archives: Intercom

Infografia e visualização de dados

Em um dos posts anteriores questionei sobre as diferenças entre infografia e visualização de informação (ou de dados, como costumo tratar – veja mais abaixo). No artigo Visualização de dados estruturada por banco de dados digitais sintoniza o Jornalismo com a complexidade informativa contemporânea, assinado por mim e pelo professor Walter Lima, que o apresentará no Intercom (2 a 6 de setembro, em Caxias do Sul), tratamos  desta diferença.

Consideramos que a infografia traz consigo uma narrativa, ou, no caso das infografias disponíveis na internet, várias opções de narrativas a serem seguidas pelos usuários. Por outro lado, a visualização de dados é uma ferramenta para apresentação e exploração dos dados, sem determinar um ou mais caminhos por onde se navegar.

O site Eager Eyes também tratou recentemente deste assunto. E trata da infografia como uma peça feita especificamente para tratar de um tema, que exige um contexto. Já a visualização de dados, de acordo com este artigo, é livre de contexto, é mais geral.

Conceitos, conceitos…
Reconheço que definições são importantes, óbvio. Mas, convenhamos que às vezes a gente perde um tempão procurando mil referências para conseguir identificar com qual concordamos. É ou não é? Bem, duas nomenclaturas que às vezes também confundem são visualização de dados e de informação. Lendo a dissertação de mestrado de Daniel Melo Ribeiro, Visualização de dados na internet, encontrei alguns esclarecimentos que ajudam nesta definição.

Ele recorre aos conceitos de alguns autores, entre eles Shedroff, para definir dado, informação e conhecimento. Este defende que o vasto conteúdo disponível não pode ser considerado como informação, pois são meros dados. A informação se dá quando os dados são organizados de forma lógica, contextualizada. Por fim, nas palavras de Daniel, “o conhecimento é a compreensão obtida pela experiência, e pode ser comunicado pela construção de interações entre indivíduos, sendo, portanto, fundamentalmente participativo”.

A partir destes conceitos, visualização de dados parece mais de acordo com o que venho estudando. É na análise e manipulação de dados apresentados que os usuários podem assimiliar informações.