Tag Archives: IBM

Os projetos de Fernanda

Foto retirada do site FastCompany

Como no post anterior eu citei a brasileira Fernanda Viégas (pesquisadora e desenvolvedora de ferramentas de visualização de dados) , cabe dizer aqui que ela foi eleita pelo site FastCompany como uma das mulheres mais influentes no mundo na área da tecnologia este ano. Quem me passou a informação foi o queridíssimo professor Walter Lima, que, para minha alegria, vive me enviando links de coisas legais que ele lê!

O texto conta um pouco da trajetória da Fernanda, apontando para links de projetos com os quais ela já trabalhou. Ou seja: uma oportunidade de conhecer mais algumas ferramentas de visualização de dados. Já, já vamos a elas. Antes, apenas para completar o comentário sobre a Fernanda, recentemente ela e Martin Wattenberg, que já era seu colega na IBM, fundaram a empresa Flowing Media. E olha que forma bonita de encarar a visualização de dados. Para eles, é “uma nova forma de expressar ideias e contar histórias”.

History Flow – desenvolvido pelos dois (Fernanda e Martin), permite acompanhar visualmente a evolução de artigos inseridos na Wikipedia. Identificando cada autor por uma cor, é possível ver o quanto cada um inseriu e as interferências dos demais. Este link explica passo-a-passo como funciona.

Themail – para visualizar conversas por e-mail, percebendo, por exemplo, que palavras são mais usadas, e com quem.

Many Eyes – permite a qualquer usuário gerar visualizações de dados, em diefrentes formatos, gratuitamente. Criado por ela e Martin.

Many Bills (imagem abaixo) – desenvolvido pela IBM e por Irene Ros Assogba Yannick, contou com a contribuição de Fernanda, segundo o FastCompany. É utilizado para buscas a respeito de projetos de leis norte-americanas. Por exemplo, você insere no campo de busca a palavra “health” (saúde), e aparecem todos os projetos em trâmite no Congresso ligados a este tema. Clicando em cada um deles, há um resumo. Veja aqui explicação no próprio site de como funciona.

 

Conhecendo ferramentas para visualização de dados

Identidade visual do Many Eyes

Quando o professor Walter Lima, da Cásper Líbero, meu orientador de TCC, me falou de visualização de dados na internet, preciso confessar que não sabia bem do que se tratava.

Ele me indicou dois sites para início de conversa: o Many Eyes, da IBM, e o Visualization Lab, também desenvolvido pela IBM, mas exclusivamente para o jornal The New York Times (NYT).

No Many Eyes qualquer usuário pode gerar gratuitamente uma peça para visualizar os dados que quiser. Há diversos formatos disponíveis. Mas atenção: não coloque ali nada confidencial, pois os seus dados poderão ser usados pela IBM da forma que eles quiserem, como explica o “Terms of use” do site, e serem acessados por qualquer usuário.

Este vídeo de novembro de 2009, de uma apresentação da pesquisadora Fernanda Viégas, que trabalhou com este projeto na IBM, explica muito bem o funcionamento do Many Eyes. Vale a pena assistir. Ela faz uma explicação bastante didática e divertida, citando exemplos com dados da realidade brasileira.

Quanto ao Visualization Lab, hospedado no site do NYT, segue quase a mesma lógica. Mas hoje, acompanhando-o com mais frequência, percebo que ele vem sendo pouco usado. Uma prova disso é que tentei acessá-lo pela página inicial do site e não o encontrei.

A imagem abaixo é de um gráfico gerado no Visualization Lab que compara a quantidade de adeptos de várias religiões nos EUA.

Tenho algumas ressalvas em relação a estas duas ferramentas. Quando acesso os gráficos, sinto falta de uma melhor contextualização dos temas ali tratados. Mas talvez seja mais uma “falha” daqueles que inserem os conteúdos que da ferramenta propriamente dita. Talvez muitas das pessoas que inserem gráficos ali não estejam fazendo isso com o objetivo de esclarecer determinado assunto, nem pensem que suas peças podem estar sendo acessadas por usuários de qualquer local do mundo. Provavelmente elas estejam apenas utilizando as ferramentas para gerar visualizações para uso próprio.